Grupo SGS, líder mundial em inspeção, verificação, testes e certificação, comunica aquisição de 75% da Unigeo, que agora passa a chamar-se SGS Unigeo.

Serviços e Soluções Nutrição de Precisão

O levantamento topográfico tem por finalidade descrever uma propriedade ou porção de terra quanto a sua forma em relação ao contorno e ao relevo, sua orientação, sem levar em consideração a curvatura da terra. Tal ferramenta é de suma importância para a definir áreas, dimensões, formatos e relevo de uma propriedade.

Neste sentido, a UNIGEO, de posse de equipamentos de alta precisão e profissionais qualificados, oferece aos seus clientes o mapeamento de sua propriedade fornecendo:


  • Mapa de uso do solo
Mapa de uso do solo
  • Mapas de talhões(*)
Mapa de talhões
  • Mapas de quadras(*)
Mapa de quadras
  • Mapa Altimétrico
Mapa altímetrico

(*) Disponível em alguns tipos de pacote

 

Além destas informações, o levantamento topográfico juntamente com o geoprocessamento dos dados, possibilitam a coleta georreferenciada de amostras de solos e a construção de mapas para aplicação de fertilizantes, corretivos e sementes em taxa variável, permitindo uma maior precisão e aproveitamento destes insumos na propriedade.

É um produto gerado a partir de uma imagem de satélite em que são extraídos informações de uma área específica. As cartas têm como finalidade representar os aspectos físicos naturais ou artificiais de uma região o que permite a avaliação precisa de distâncias, direções e localizações geográficas de pontos, áreas e detalhes.

Carta Imagem

É uma análise da qualidade vegetal, que busca discriminar as diferenças observadas para a vegetação instalada em uma determinada área. Baseia-se em imagens obtidas por sensores remotos e é apresentada de forma visual, indicando as variações existentes entre o menor e o maior teor vegetativo.

Índice vegetativo

Uma das principais ferramentas da agricultura de precisão são os mapeamentos de produtividade. Estes mapas são gerados a partir de dados obtidos em colhedoras equipadas com monitor e sistema de registros de produtividade em pontos georreferenciadas. Desta forma, este mapa é a informação mais completa para se visualizar a variabilidade espacial da produtividade em um dado talhão ou propriedade.

A partir do mapeamento de produtividade de uma área é possível a identificação de pontos com baixa produtividade ou abaixo do esperado, podendo diagnosticar e corrigir suas possíveis causas, além do acompanhamento da evolução da produtividade ao longo do tempo nestes locais e, na lavoura como um todo.


Outro fator que torna o mapeamento de produtividade uma importante ferramenta, é a possibilidade da sua utilização na geração das zonas de manejo para coleta.

Produtividade

Para se obter amostras representativas da fertilidade do solo a UNIGEO dispõe de um grid personalizado para a área trabalhada, sendo detalhado os quesitos de índice vegetativo ou mapas de produtividades, dados de textura do solo (clientes de segundo ano) e altimetria do terreno, visando fornecer glebas uniformes e homogenias para a coleta de dados.

 

Grade Amostral

Para que as grades amostrais e a zonas de manejo sejam representadas corretamente, todos os pontos de coleta das células que as compõe são georreferenciadas, ou seja, cada ponto é marcado por meio do Sistema de Navegação Global por Satélite – GNSS (GPS, GLONASS).

O georreferenciamento da coleta permite o acompanhamento temporal da fertilidade do solo nestes pontos e células de coleta, permitindo a avaliação de uma área ao longo das safras.

Não obstante, por meio da coleta georreferenciada, é possível que todo o processo de amostragem seja acompanhado e validado por software proprietário da empresa, garantindo uma maior confiabilidade e assertividade nos resultados, mesmo com o elevado número de pontos amostrais.

Coleta Georreferenciada

A partir dos resultados analíticos do laboratório, ligados a área amostrada, são gerados mapas dos componentes da fertilidade do solo, sendo estes: Teor de argila, Matéria Orgânica, Capacidade de Troca Catiônica (CTC), Cálcio, Magnésio, Saturação de Bases, Fosforo, Potássio e Enxofre. Mais de uma profundidade são mapeadas, de acordo com as peculiaridades do sistema produtivo.

Saturação por bases
CTC
Enxofre
PH
Fósforo
Matéria Orgânica
Magnésio
Potássio
Cálcio
Textura do Solo
  • CORRETIVOS E FERTILIZANTES (TAXA FIXA / TAXA VARIÁVEL)
  • MANEJO OPERACIONAL
  • SEMEADURA

 

Corretivos e Fertilizantes em Taxa Fixa e Variável

O solo em uma área agrícola apresenta uma variabilidade espacial muito ampla em relação aos atributos físico-químicos e produtivos, ou seja, apresentam valores diferentes nos diversos pontos da lavoura, dependendo das dimensões, relevo, material de origem, clima local, profundidade, entre outros.

Assim, para o processo de recomendação de corretivos e fertilizantes, devem ser considerados atributos tais como: a textura e fertilidade do solo (obtidos a partir das análises de solo), históricos de produtividade e de manejo das áreas agrícolas, além da produtividade almejada, dentre outros. Desta forma são geradas as recomendações para aplicação em taxa fixa ou variável, as quais prescrevem a quantidade aplicada de insumos de acordo com a necessidade específica de cada ponto da lavoura.

A aplicação de insumos em taxa variável permite, ao longo do tempo, uma maior homogeneidade relacionada aos atributos de fertilidade do solo. Além disso, possibilita o uso racional de corretivos e fertilizantes. A UNIGEO, fornece aos seus clientes os seguintes produtos:


  • Recomendação de corretivos em taxa fixa/variável;
Recomendação de Gessagem
Recomendação de Calagem
  • Recomendação de fertilizantes em taxa fixa/variável.
Recomendação de KCL
Recomendação de MAP

Manejo Operacional 

 

Em busca das condições ideais para uma boa implantação de uma cultura, diferentes formas de manejo do solo devem ser adotadas. Diante disto e de posse dos dados da área agrícola, a UNIGEO fornece as informações necessárias para um correto manejo do solo de acordo com a sua necessidade. Estas informações incluem, por exemplo, a necessidade de descompactação do solo, manejo da cobertura do solo, manejo da matéria orgânica, incorporação de restos culturais e corretivos, dentre outros. Para tanto, todas estas decisões são tomadas de forma a garantir a qualidade dos solos, evitando a sua degradação e perda, garantindo o bom desenvolvimento das raízes e a manutenção das condições adequadas do solo.


Semeadura

 

A fim de garantir um melhor aproveitamento do potencial produtivo de cada área em função de suas características específicas, refletindo isso no potencial de produção da cultura, a distribuição das sementes pode ser realizada tanto em taxa fixa ou variável. Para tanto, a recomendação  poderá ser realizada em função de alguns fatores, como: Potencial produtivoTextura do soloFertilidade do soloVariedadeManejo Clima, Etc.

Como um dos resultados de todos os processos que envolvem, desde o levantamento topográfico da propriedade, até a recomendação de fertilizantes e corretivos, tem-se os mapas e arquivos para aplicação em taxa variável entregues aos clientes.

Visando sempre a precisão e confiabilidade em todos os processos que envolvem a agricultura de precisão, a UNIGEO prima pela correta aplicação e distribuição destes insumos na área, evitando assim que todo o trabalho realizado previamente seja ineficiente.

Assim, a UNIGEO proporciona aos seus clientes, treinamentos específicos para a correta utilização dos seus equipamentos de distribuição, abordando os seguintes temas:


  • Inserção de mapas nos monitores;
  • Calibração dos equipamentos;
  • Calibração da faixa de distribuição.

 

A UNIGEO dispõe do UNILANÇO, uma ferramenta na qual são inseridos os dados coletados nos testes de distribuição à campo, que irá mostrar por meio de dados gráficos a uniformidade da aplicação dos insumos. Essa ferramenta torna possível uma correta tomada de decisão em relação a regulagem do equipamento, garantindo a melhor qualidade possível na uniformidade e faixa de aplicação.

Além disso, é disponibilizado um guia rápido para uso a campo, auxiliando o operador nas operações básicas dos equipamentos.

Treinamento Taxa Variável

CLIENTES E PARCEIROS